quarta-feira, 4 de abril de 2012

Professores Caarapoenses Protestam Pelo Cumprimento da Lei do Piso



Silmara Diniz com Assessoria Fetems

Professores da rede municipal de ensino voltaram a se manifestar contra o reajuste salarial proposto pelo prefeito de Caarapó. 
Após comunicado prévio aos pais de alunos, os professores paralisaram as aulas nesta terça-feira (3) e promoveram um ato público em frente à prefeitura, após se reunirem com a diretoria do Simted (Sindicato Municipal dos Trabalhadores em Educação) e representantes da Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação do Mato Grosso do Sul) em assembleia extraordinária.
Em passeata, os trabalhadores carregavam faixas que pediam para que o poder público respeitasse a categoria e cumprisse a Lei Federal. Ao chegar à prefeitura municipal, vários trabalhadores usaram a palavra no ato público e cobraram uma postura mais ética e de valorização profissional dos educadores por parte do gestor público.
“A paralisação é uma forma de a categoria demonstrar o descontentamento com a proposta do prefeito, que foi rejeitada por unanimidade”, disse o presidente do Simted, Onésio Medeiros. Onésio também ressaltou que a categoria tenta um diálogo com Mateus desde fevereiro e a manifestação também é “contra a atitude do prefeito, pois ele, desde então, vem falando inverdades”, disse Medeiros.
Além dos professores, monitores voltaram a reivindicar valorização profissional: “É só assim, mobilizados, que vamos conseguir conquistar os nossos direitos, infelizmente as leis, pelo que parece, não foram feitas para todos, portanto precisamos mesmo nos unir e lutar. Hoje temos aqui professores e administrativos em educação na busca por mais respeito e dignidade para a categoria. Nós, monitoras, que exercemos função de educadoras, estamos reivindicando o nosso reajuste salarial, pois hoje temos um piso de apenas R$ 708, um absurdo receber apenas isso para cuidar e educar os filhos dos trabalhadores de Caarapó”, disse a monitora Lucélia Rodrigues Romero.
No início da noite os trabalhadores em educação de Caarapó se reuniram na Câmara Municipal para acompanhar a votação do reajuste do piso da rede municipal de ensino que, se aprovado pelos vereadores, passa de R$ 1.270 para R$ 1.461,37, mas mesmo assim o prefeito ainda não estará cumprindo na íntegra a Lei do Piso Salarial Nacional, pois não cumpre 1/3 de hora-atividade para planejamento de aulas do magistério.


Fonte: Caaraponews

Nenhum comentário:

Postar um comentário